Sexta, 05 de Junho de 2020
92 98469-0313
Política PARA INGLÊS VER

Aleam instala CPI para investigar saúde nos últimos nove anos

Em meio a pandemia do Covid-19 e uma crise crônica na Saúde que já perdura há vários anos, só agora deputados estaduais decidem instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar gastos do Governo do Estado no setor.

14/05/2020 21h20 Atualizada há 3 semanas
Por: Eduardo Gomes
Fausto Junior (3° direita) indicado relator da CPI instalada nesta quarta-feira.
Fausto Junior (3° direita) indicado relator da CPI instalada nesta quarta-feira.

Depois de um ano e cinco meses de constantes denúncias de falta de equipamentos, leitos, do crônico atraso no pagamento de salários dos profissionais e demais trabalhadores da Saúde, a Assembleia Legislativa instalou nesta quinta-feira (14/05) a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os gastos do Governo do Estado no setor. A comissão é presidida pelo deputado estadual Delegado Péricles (PSL) autor da proposta e Fausto Júnior (PRTB) será o relator. A CPI vai investigar os gastos na Saúde no período de nove anos, desde 2011 na gestão do ex-governador e atual senador Omar Aziz (PSD).

A instalação da CPI foi presidida pelo deputado estadual Josué Neto (PRTB), Além do Delegado Péricles e Fausto Júnior, integram a comissão os deputados Saullo Vianna (PTB), Felipe Souza e Wilker Barreto (Podemos) como membros e Serafim Corrêa (PSB), Joana Darc (PL)  e Carlinhos Bessa (PV) como suplentes. 

A CPI pretende “investigar”os gastos na saúde nos governos Omar Aziz que é atualmente uma espécie de “conselheiro” do governador Wilson Lima (PSC), seu sucessor José Melo cujo período a crise se acentuou, David Almeida que assumiu o governo temporariamente com a cassação de Melo e Amazonino Mendes, eleito para exercer o mandato-tampão. 

A crise no sistema público de Saúde do Amazonas já perdura há anos, com constantes denúncias de superfaturamento, desabastecimento de medicamentos e insumos, atraso no pagamento dos salários dos profissionais. Boa tarde dos serviços foram terceirizados, com a contratação de empresas ligadas a políticos para gerir o sistema.

Em dezembro de 2015, o Ministério Público Federal pediu a instauração de inquérito policial para apurar suspeitas de desvios de recursos da saúde, após denúncias

Em setembro de 2016, foi deflagrada a Operação “Maus Caminhos” com a execução de 13 mandatos de prisão preventiva, quatro mandatos de prisão temporária, três conduções coercitivas, 41 mandatos de busca a apreensão, 24 mandatos de bloqueios de contas de pessoas físicas e jurídicas e 31 mandatos de sequestro de bens móveis e imóveis.

O ex-governador José Melo, cassado por fraude eleitoral foi um dos presos pela Operação “Maus Caminhos” e atualmente está em prisão domiciliar. O senador Omar Aziz, segundo site do Ministério Público Federal também é investigado, bem como alguns familiares. 

Dezesseis pessoas foram inicialmente processadas pelo crime de organização criminosa por desvio de recursos da saúde. , dentre elas o médico Mouhamad Moustafa, Priscila Marcolino Coutinho, Jennifer Naiyara Yochabel Rufino Correa da Silva e Alessandro Viriato Pacheco, considerados a cúpula do esquema criminoso.

Além deles outros 12 réus, empresários, médicos e funcionários das empresas e entidades envolvidas, também respondem ações criminais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Parintins - AM
Atualizado às 01h13 - Fonte: Climatempo
24°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 32°

24° Sensação
9.4 km/h Vento
73.9% Umidade do ar
90% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (06/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 29°

Sol com muitas nuvens e chuva
Domingo (07/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias