Domingo, 17 de Janeiro de 2021 02:22
92 98856-3549
Geral Enem

‘Prefeito que decidir não liberar o Enem corre o risco de ter a prova cancelada’, diz presidente do Inep

De acordo com o presidente do Inep, a capacidade de reaplicação nessa data é limitada e prevê atender apenas candidatos que estavam doentes nos dias da primeira aplicação e casos extraordinários, como falta de luz em local de aplicação.

14/01/2021 17h28
Por: Redação
Reprodução
Reprodução

Após a prefeitura de Manaus anunciar que não irá liberar as escolas do município para a realização do Enem, o presidente do Inep, Alexandre Lopes, afirmou que não consegue garantir a reaplicação da prova em cidades inteiras. O exame está marcado para os dois próximos domingos (17 e 24 de janeiro).

“O prefeito que decidir não liberar o Enem corre risco de ter a prova cancelada. Não posso garantir a reaplicação em cidades inteiras no dia 24 de fevereiro. A gente só consegue atender situações pontuais”, afirmou Lopes em entrevista ao jornal O Globo.

De acordo com o presidente do Inep, a capacidade de reaplicação nessa data é limitada e prevê atender apenas candidatos que estavam doentes nos dias da primeira aplicação e casos extraordinários, como falta de luz em local de aplicação.

“A reaplicação envolve quantidade de provas produzidas, possibilidades de distribuí-las e de corrigi-las. Tenho que entregar os resultados em 29 de março. Se tiver um número muito grande de reaplicações, não consigo cumprir esse prazo e prejudico 100% dos que fizeram o Enem”, afirmou Lopes ao O Globo.

O Inep afirma ainda que tomou todas as medidas necessárias para uma aplicação segura do Enem neste mês. Entre elas estão horário ampliado de entrada para evitar aglomerações, distanciamento e redução do número de candidatos em sala de aula e obrigatoriedade do uso da máscara no local de aplicação.

Prova suspensa no Amazonas

Na quarta-feira (13), a Justiça Federal do Amazonas suspendeu a realização da prova do Enem neste domingo (17). De acordo com a decisão liminar do juiz federal José Ricardo de Sales, as provas devem ficar suspensas enquanto durar o estado de calamidade pública decretado pelo poder executivo estadual, sob pena de multa de R$ 100 mil por dia de descumprimento, com limite de 30 dias.

O magistrado considera o surto de Covid-19 que até esta quarta-feira já havia infectado mais de 219 mil pessoas em todo o estado, e mais de 5,8 mortes pela doença. No mesmo dia, a prefeitura de Manaus já havia informado por meio de nota que, devido ao aumento do número de casos e mortes pelo novo coronavírus na capital amazonense, as escolas municipais não seriam liberadas para a realização do Enem.

Segundo a prefeitura, para evitar aglomerações nas unidades de ensino e a propagação da Covid-19, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) enviou ao Ministério Público Federal (MPF-AM) um ofício com os motivos da não liberação.

Já nesta quinta-feira (14), a Prefeitura de Parintins, cidade com cerca de 115 mil habitantes localizada a 369 quilômetros de Manaus, informou que atendeu a uma recomendação da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) e do Ministério Público do Estado (MP-AM) e também suspendeu aplicação do Enem.

A suspensão consta em decreto publicado na quarta-feira (13) pelo prefeito Frank Luiz da Cunha Garcia, que vai solicitar a reaplicação do exame em fevereiro.

A recomendação que baseou a decisão de Garcia foi expedida pela Defensoria Pública e a Promotoria amazonense às prefeituras de Parintins, Nhamundá e Barreirinha. O documento seguiu os moldes do que foi enviado pelas Defensorias do Estado e da União ao governador Wilson Lima.

“Os números são trágicos e o contágio é avassalador no Amazonas. Não há a mínima condição dos municípios amazonenses realizarem o exame. Esperamos que o mesmo posicionamento seja tomado pelo governador Wilson Lima”, disse a defensora pública Gabriela Gonçalves, lembrando que as Defensorias Públicas do Estado e da União fizeram a mesma recomendação para o governo.

Leia mais em IstoÉ

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Parintins - AM
Atualizado às 03h11 - Fonte: Climatempo
26°
Muitas nuvens

Mín. 22° Máx. 33°

27° Sensação
3.3 km/h Vento
61.4% Umidade do ar
67% (9mm) Chance de chuva
Amanhã (18/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Terça (19/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 30°

Sol com muitas nuvens e chuva
Ele1 - Criar site de notícias