Quinta, 03 de Dezembro de 2020 14:13
92 98856-3549
Saúde Covid-19

Barreira sanitária ajuda a prevenir a entrada do Coronavírus em terras indígenas Andirá Marau.

O objetivo é evitar o contato entre os moradores das aldeias daquela região e os demais comunitários das áreas não indígenas, e prevenir contra a Covid-19 nas demais aldeias do Rio Andirá.

26/10/2020 13h22
Por: Redação
Foto: Jose de Oliveira
Foto: Jose de Oliveira

Uma parceria entre a prefeitura de Barreirinha e a Secretaria Especial de Assistência ao Índio - Dsei, e Fundação Nacional do Índio-Funai, viabilizou os trabalhos de ajuda aos índios da etnia Sateré Mawé. O objetivo é evitar o contato entre os moradores das aldeias daquela região e os demais comunitários das áreas não indígenas, e prevenir contra a Covid-19 nas demais aldeias do Rio Andirá.

A barreira sanitária montada logo no começo da pandemia, com a participação dos demais órgãos parceiros tem coibido o aumento do vírus entre os parentes indígenas.

Apesar das dificuldades que são enfrentadas no dia a dia, quem está na linha de frente como é o caso do fiscal voluntário e chefe das abordagens, Ismael Ferreira da Silva (Manelito) filho do Ex Capitão Geral da Tribo Sateré Mawé Raimundo Ferreira da Silva (já falecido), não somente a barreira coíbe a entrada do vírus, mais de bebidas alcoólicas.

"A ação de fiscalização diminuiu muito a violência, devido o uso do álcool, ou até mesmo a droga”, explicou o tuxaua do distrito de Ponta Alegre Heliton Barbosa.

De acordo com a FVS de Barreirinha, se não fosse a medida com a participação dos moradores e autoridades, poderia ter acontecido um surto nas aldeias. “Esses cuidados dos moradores para o uso da máscara, manter o distanciamento, usar álcool e gel, serve para nos proteger,  que a morte do Tuxaua geral não fique no esquecimento, e todo o povo se una para combater o coronavírus”, alerta 

Leopoldo Tavares - Coordenador da Fundação de Vigilancia em Saúde (FVS).

Leopoldo também falou da parceria com o Dsei e Funai. Segundo ele, mesmo com os 15 casos e uma morte a confirmar (Tuxaua Amado Menezes), essa parceria continua e melhorou muito com a atuação  dos profissionais do Dsei.

“Sempre o município vai ajudar esse povo que tanto necessita da mão do poder publico, a barreira sanitária, não só evita a proliferação do vírus nas aldeias, mas inibe ou acaba com a entrada de bebidas alcoólicas, drogas, entre outras coisas ilícitas para área indigena”, lembrou Sérgio Butel, indigenista da Fundação Nacional do Índio – Funai.

A  parceria é um momento que veio em boa hora para fortalecer o trabalho contra o coronavírus, “vamos continuar essa parceria, pois os nossos irmãos saterés precisam desse apoio, pois, o vírus já fez vitimas fatais e vamos lutar para que não atinja mais moradores,”, disse o

Filho do Tuxaua Amado Menezes, Raifran Meneses. 

Amado Menezes faleceu há uma semana com suspeita da covid-19. Um líder que sempre lutou pelas causas indígenas e nunca abandonou a luta juntamente com as lideranças.

O coordenador do Departamento de Assistência ao Índio - DAI, Nasson Menezes disse que são pelo menos 15 profissionais envolvidos nos trabalhos, nas áreas da saúde, segurança, lideranças e voluntários que atuam na linha de frente.

O papel do DAI diante dessa pandemia consiste em articular os direitos e deveres indígenas junto às esferas de governo, assim como, as instituições como FUNAI e Dsei-Pin e outras organizações não governamentais.

Assim tem como importância interligar o clamor dos parentes indígenas Sateré Mawé a itens básicos sociais mais de forma segura através de protocolos pré estabelecidos juntos com as lideranças indígenas e a equipe técnica da saúde. Além de fiscalizar, orientar, sistematizar o acesso à informação para prevenção do Covid 19.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Barreirinha - AM

Barreirinha - Amazonas

Sobre o município
Parintins - AM
Atualizado às 15h05 - Fonte: Climatempo
33°
Muitas nuvens

Mín. 24° Máx. 33°

33° Sensação
15 km/h Vento
34.1% Umidade do ar
90% (17mm) Chance de chuva
Amanhã (04/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sábado (05/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias