Sexta, 30 de Outubro de 2020
92 991739585
Política CPI da Saúde

Deputados defendem continuidade da CPI da Saúde e apuração de gestões anteriores

O presidente deputado Delegado Péricles (PSL) e o deputado Wilker Barreto (Podemos) defenderam a prorrogação das investigações por mais 60 dias.

24/09/2020 10h25 Atualizada há 1 mês
Por: Assessoria
Foto: Elisa Garcia Maia
Foto: Elisa Garcia Maia

Na abertura da Sessão Plenária da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) desta quarta-feira (23), dois membros da Comissão Parlamentar de Inquérito da Saúde (CPI da Saúde), o presidente deputado Delegado Péricles (PSL) e o deputado Wilker Barreto (Podemos) defenderam a prorrogação das investigações por mais 60 dias, uma vez que estava programada para hoje a votação de requerimento nesse sentido. Péricles destacou a importância do trabalho da Comissão no esclarecimento de diversos contratos de gestão da saúde pública estadual e fez uma espécie de balanço das atividades desempenhadas até agora pela CPI.

“Apuramos vários casos com fortes indícios de corrupção que estão se arrastando por anos e hoje é possível corrigir muitos desses erros, evitando o desperdício e a corrupção. Até hoje fizemos 40 reuniões, cinco inspeções e apresentamos duas ações na justiça e quatro recomendações ao Governo do Estado e iremos apresentar até o final dos trabalhos da CPI quatro Projetos de Lei.  Por isso não restam dúvidas sobre a importância da CPI, que deveria ser permanente porque investigar, fiscalizar faz parte do nosso dever e a CPI conseguiu resgatar um pouco do que a população espera de nós deputados, que é fiscalizar e apresentar resultados”, afirmou.

Com o mesmo tema, Wilker Barreto defendeu a continuidade da CPI pela necessidade de se investigar governos anteriores ao de Wilson Lima e outras situações ainda não esclarecidas no sistema de saúde estadual. “Quero sensibilizar esta Casa pela importância da continuidade das ações da CPI. Na Central de Medicamentos de Manaus (Cema), por exemplo, em apenas cinco itens, foi verificado um sobrepreço de R$ 2 milhões. Outro item que merece a nossa atenção é o serviço de UTI aérea e muitos outros contratos que precisam ser esclarecidos. Apelo aos mesmos colegas que nos apoiaram no início, que apoiem a continuidade, porque essa CPI é uma das poucas já feitas que está apresentando resultados concretos”, defendeu.

Convenção da ONU

O deputado Serafim Corrêa (PSB) lamentou a fala do presidente Jair Bolsonaro na abertura da 75ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) na última terça-feira (22) ao atribuir aos caboclos e indígenas, a autoria das queimadas. “Eles é quem mantêm a floresta em pé. Essas queimadas chegam com o agronegócio irresponsável que avança no Mato Grosso e chega até o sul do Amazonas, as imagens de satélite no Google comprovam isso. Atribuir a responsabilidade a quem não tem culpa foram palavras infelizes”, comentou.

Serafim falou também sobre o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, sugerindo aos candidatos nas próximas eleições um olhar diferenciado a essa parcela da sociedade. “Agora estamos vivendo as eleições municipais e é importante que debatamos esse viés sobre as pessoas com deficiência. Peço aos candidatos que possam incluir esse debate em seus programas de governo”, disse ele.

Direitos Trabalhistas

Álvaro Campelo (Progressistas) pediu apoio dos parlamentares na intermediação junto ao Ministério Público do Trabalho em favor dos mais de 600 funcionários da empresa Nassau que estão tentando receber seus direitos trabalhistas e não conseguem.

Covid-19

A deputada Mayara Pinheiro (Progressistas) comentou a Audiência Pública que a Comissão de Saúde realizou na última segunda-feira (21) sobre o aumento de casos de Covid-19 e a provável segunda onda de transmissão da doença em Manaus. “Foi apresentado um aumento de casos confirmados e de internações. As crianças não são o grupo de risco mais frequentemente atingido, mas os nossos idosos que ficaram isolados no primeiro momento tomaram coragem de sair de casa e agora estão sendo atingidos. Por isso, apelo aos órgãos de saúde competentes para que haja um planejamento para o caso de  uma segunda onda para que, pelo menos que ela cause menos impacto do que a primeira. Aos candidatos apelo, especialmente que evitem aglomerações e comícios, até mesmo por empatia ao próximo”, aconselhou.

Texto: Fernanda Barroso

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Parintins - AM
Atualizado às 16h00 - Fonte: Climatempo
30°
Muitas nuvens

Mín. 24° Máx. 30°

29° Sensação
9.3 km/h Vento
40.1% Umidade do ar
90% (30mm) Chance de chuva
Amanhã (31/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 29°

Sol com muitas nuvens e chuva
Domingo (01/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 30°

Sol com muitas nuvens e chuva
Ele1 - Criar site de notícias