Quarta, 08 de Julho de 2020
92 98469-0313
Saúde Atualização

Mais de 50,9 mil pessoas se recuperaram da Covid-19 no AM, aponta governo

Em todo o Amazonas, mais de 62 mil de pessoas contraíram o vírus.

21/06/2020 11h47
Por: Redação
Arminda Santos, de 105 anos, teve alta a enfermaria da Fundação Doutor Thomas, em Manaus, depois de se recuperar da Covid-19. — Foto: Nathalie Brasil / Semcom
Arminda Santos, de 105 anos, teve alta a enfermaria da Fundação Doutor Thomas, em Manaus, depois de se recuperar da Covid-19. — Foto: Nathalie Brasil / Semcom

Mais 50,9 mil pessoas se recuperaram da Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Amazonas, de acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM).

Em todo o estado, mais de 62 mil de pessoas contraíram o novo vírus e mais de 2,6 mil morreram em decorrência da Covid-19.

De acordo com os dados do governo, o total de 50.980 pessoas já passou pelo período de quarentena e se recuperaram da doença, o que corresponde a 81% do número atual de infectados no Amazonas.

Em todo o Brasil, o Ministério da Saúde registrou, até o sábado (20), 520.734 pessoas recuperadas, enquanto outros 496.869 pacientes seguem em acompanhamento médico.

Os dados do governo do Amazonas apontam ainda que, até sábado, 9.272 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estavam sendo acompanhadas. São casos confirmados nos últimos 14 dias, que se encontram internados ou em isolamento domiciliar.

Entre os casos confirmados de Covid-19 no estão, há 306 pacientes internados e outros 233 pacientes internados e que aguardam a confirmação de diagnóstico. A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid era 67% e a taxa de UTI não Covid era de 63%, nesta sexta-feira (19).

Dos 62.902 casos confirmados, 24.978 são de Manaus (39,71%) e 37.924 do interior do estado (60,20%).

Na capital Manaus, há o registro de 1.706 mortes em decorrência do novo coronavírus. No interior do estado são 944.

Maior incidência da doença no país

O Amazonas ocupa a segunda colocação entre os estados com maior taxa de incidência da doença no país - atrás somente do Amapá, com taxa de 1465 por 100 mil habitantes, mais do que três vezes superior à média nacional, de 465 casos por 100 mil habitantes, e é o primeiro no ranking de estados com maior mortalidade (62,9 casos/100 mil hab.) - a taxa nacional é de 22,7.

Queda de casos

Apesar da alta incidência, o governo aponta uma redução de 38% nos números de casos da doença no começo de junho, após crescimento progressivo nos números semanais, chegando a um pico na última semana de maio, quando foram 11.758 novos casos confirmados em sete dias.

De acordo com os registros do órgão, entre os dias 31 de maio e 6 de junho, na semana seguinte ao pico, foram 8.225 casos registrados. Em seguida, na segunda de junho, 7.241 novos infectados foram detectados. Neste período o comércio fazia sua reabertura gradual de atividades não essenciais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Parintins - AM
Atualizado às 05h56 - Fonte: Climatempo
24°
Muitas nuvens

Mín. 23° Máx. 33°

24° Sensação
7.9 km/h Vento
76.9% Umidade do ar
80% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (09/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sexta (10/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias